Corredor Benfica fecha o ano com programação multicultural e versos militantes de Bia Ferreira (MG)

Corredor Benfica fecha o ano com programação multicultural e versos militantes de Bia Ferreira (MG)
Está reservada para o fim de novembro mais uma ocupação do “bairro + bacana da cidade”. O projeto Corredor Cultural Benfica promove sua segunda e última edição de 2019 durante todo o domingo, 24 de novembro, no entorno da Reitoria da Universidade Federal do Ceará (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e na Praça João Gentil, também conhecida como Praça da Gentilândia. Em seu terceiro ano, o projeto continua compromissado com a oferta de programação artística e cultural gratuita para todas as faixas etárias, incentivando a população ao uso dos diversos equipamentos que integram a UFC e outras instituições também localizadas no bairro boêmio.
Assim como na primeira edição, realizada em outubro, ocorrerá o fechamento da Av. da Universidade (entre a Rua Padre Francisco Pinto e a Avenida 13 de Maio) das 5h às 17h. A Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania de Fortaleza (AMC) dará suporte local desviando o tráfego de veículos e orientando os motoristas durante a interdição.
A movimentação começa cedo, às 7h, com a adaptação do trajeto da Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura de Fortaleza, que excepcionalmente no domingo (24), passará pelo trecho interditado. O palco diurno, montado na Av. da Universidade, abre sua programação às 8h30min, com a seguinte sequência de apresentações: grupo Tocando a Vida; Coral do IFCE; grupo de flautas Sons Transversais (também do IFCE); Camerata Luz de Violão; Vanin e Nicinha, o Casal do Acordeon; grupo Tô Só Dizendo; cantora Jord Guedes e As Ritas e Maracatu Nação Bom Jardim.
Jardins recebem feiras, espaço lúdico e oficinas
Sob a sombra das árvores que fazem o Benfica um dos bairros mais verdes de Fortaleza, as famílias poderão apreciar nos jardins da Reitoria feiras, oficinas, atrações infantis, exposições, atividades musicais e teatrais. De 8h às 16h, o público poderá conferir os produtos das artesãs cadastradas no projeto Enel Compartilha e adquirir produtos orgânicos – como frutas, verduras e ovos – na Feira da Reforma Agrária, do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST).
Entre 9h e 13h, a criançada se diverte no Espaço Lúdico, com camas-elásticas, parquinho, pintura facial e outros brinquedos e jogos. Também de 9h às 13h, os amantes de animais podem visitar a Feirinha de Adoção da ONG Abrace e levar um novo amigo canino ou felino para casa. Durante o Corredor, serão recebidas doações de ração para os cães e gatos  atendidos pela Abrace e de alimentos não-perecíveis, destinados a instituições filantrópicas. A ração deve ser entregue aos voluntários da própria ONG presentes na feira de adoção, enquanto os alimentos podem ser levados ao balcão de informação do evento, localizado na calçada do Museu de Arte da UFC – MAUC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica).
Ainda nos jardins da Reitoria, das 9h30min às 12h30min, o espaço do museu científico Seara da Ciência abre seus experimentos aos visitantes. Enquanto isso, a já tradicional Feira de Antiguidades do Corredor Cultural estará aberta até as 16h. Às 10h, o Teatro Lambe-Lambe Calango Chuvoso traz o bonequeiro e solista João Andirá, que apresenta o espetáculo em miniatura “Um canto para Belchior”. Às 13h, é hora de dançar e rodar a saia com o grupo Devotos de São Benedito, celebrando a tradição afro- nordestina do Tambor de Crioula.
De 8h às 11h30min, quem estiver passando pelo local e for interessado na área da saúde poderá receber o treinamento “Primeiros Socorros” do Núcleo de Desenvolvimento Acadêmico em Urgência e Emergência Pré-Hospitalar (NUEMPH-UFC), realizar avaliação nutricional e saber mais sobre o projeto “Conhecendo a Ambulância – Samuzinho”. As oficinas sediadas nos jardins serão “Cultivo de Cactos em Vaso”, ministrada pelo Orquidário da UFC, e “Encadernação para Crianças”, coordenada pela equipe do Memorial da Universidade. Ambas iniciam às 9h, assim como o aulão aberto de yoga, a cargo de instrutores da Rede CUCA.

Espaço Tenda e MAUC recebem oficinas, circo e teatro

Inaugurado na edição passada, o Espaço Tenda segue instalado no estacionamento do Museu de Arte da UFC – MAUC e receberá, das 8h às 14h, a feira Mercado Coletivo da Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (Secultfor), com expositores das áreas de artesanato, decoração, design, moda, dentre outros produtos. Também das 8h às 16h, o local abriga a praça de alimentação do evento. Das 8h30min às 10h30min, será ministrada no local uma oficina de circo. Das 9h às 10h, haverá aulão de zumba conduzido por professores da Rede Cuca. A partir das 10h, teatro e arte circense mesclam-se com apresentações subsequentes do Projeto Improvisa e do grupo de palhaçaria e malabares Palco Aberto. Às 12h30min e às 13h, respectivamente, animam a tenda a drag queen e performer Carmen Camaleonte e a
Txai Cia. de Danças Populares.

O MAUC segue totalmente integrado à programação do Corredor. Aberto às 9h, recebe o público para pintura de mural coletivo na área externa e para exibição audiovisual no Cineclube Midiadança, que funcionará no auditório do museu. Às 9h30min, ocorrem a oficina “Origami” e visitas guiadas às exposições de longa duração e salas permanentes. Às 10h, os profissionais da instituição organizam uma divertida caça ao tesouro para o público infantil e, às 11h,  ministram a oficina “Isogravura”, exclusiva para crianças. Serão lançados também no museu, às 11h30min, o livro e o álbum “A Noite de Frente pra Casa”, de Elísio Cartaxo.
No estacionamento, das 9h às 12h, ocorre a oficina “Bordado Livre”. Nenhuma das oficinas e visitas guiadas exige inscrição prévia, bastando comparecer ao local de realização antes do início das atividades. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada.

Esporte, lazer e serviços na Av. da Universidade

Além da já citada Ciclofaixa de Lazer da Prefeitura, os pequenos fãs de ciclismo também terão a chance de pedalar durante o Corredor. O projeto Minibicicletar disponibilizará na calçada da Reitoria bicicletas para uso do público infantil entre as 8h e as 12h na Av. da Universidade. A partir das 9h, atividades de recreação e lazer serão desenvolvidas pelo programa Lazer Acadêmico do IFCE, cujos monitores promoverão brincadeiras e jogos coletivos.

A via também receberá a unidade móvel de serviços da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), equipada para atendimento, das 8h às 12h, à demanda por emissão de Bilhete Único, Bilhetinho (para crianças até 7 anos incompletos), carteira de estudante, cartão do idoso, cartão gratuidade para pessoas com deficiência e carteira padrão para operadores de transporte.
Outra atração da Av. da Universidade será o ônibus-laboratório do projeto Ciência Itinerante, vinculado à Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará (Secitece). Aberto de 9h às 12h e de 13h às 16h, o equipamento viaja todo o estado com a exposição de experimentos que aliam a ciência a práticas lúdicas e interativas, sob a orientação de monitores de diversas áreas do conhecimento.
Destaque ainda para o estande da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente de Fortaleza (SEUMA), onde, às 10h, haverá distribuição gratuita de mudas de plantas nativas e apresentação de diversos projetos da secretaria vinculados ao Plano de Arborização de Fortaleza, como o “Árvore na Minha Calçada”, “Uma Criança, uma Árvore” e “Reciclando Atitudes nas Escolas”, dentre outros.

Múltiplos estilos e música de mulher preta

Os shows musicais vespertinos e noturnos do Corredor Cultural, assim como na edição de outubro, migram para a Praça João Gentil, conhecida como Praça da Gentilândia. O espaço localiza-se a dois quarteirões da Avenida da Universidade e é palco do carnaval oficial de Fortaleza no bairro. Quem abre a programação, às 16h, é a banda Lay Maia e os Astecas, formada em 2017, do encontro entre estudantes do Curso de Música (Fortaleza) da Universidade Federal do Ceará.

De estilo plural, a banda é composta por Lay Maia (vocal), Victor Barroso (backing vocals), Victor Menper (guitarra e violão), Anderson Hierro (baixo e violão), Cainan Bittencourt (percussão) e Newton Jr. (saxofone e flauta). Dentre as principais influências, estão Liniker e os Caramelows, Linn da Quebrada, Pabllo Vittar, Glória Groove e Lady Gaga, levando para o palco, além de música livre e dançante, o debate sobre gênero e sexualidade. No Corredor Cultural, o grupo mescla músicas autorais com reinterpretações e novos arranjos dos artistas que o influenciaram.

Às 17h, sobe ao palco a Big Band Jazz A7, grupo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Sob coordenação do professor Edson Távora, o projeto de extensão segue o formato das tradicionais “big bands” do jazz, dedicando-se ao repertório instrumental do gênero.
Formada por nove instrumentistas, dentre eles alunos dos cursos Técnico em Instrumento Musical, Extensão em Música do IFCE e músicos da comunidade artística de Fortaleza, a banda dedica-se à propagação desse gênero musical e trabalha repertório rico, com clássicos e versões contemporâneas do jazz.
A terceira banda, prevista para 18h, comemora seu primeiro aniversário com o show no Corredor Cultural Benfica. Nascida ano passado enquanto evento comemorativo ao mês da Consciência Negra, a Aruandê é um projeto artístico que celebra a ancestralidade afro-brasileira. Na formação, estão Mestre Gil, Lorena Lyse, Ernesto Cartaxo, Alex Vasconcelos, Daniel Leão e Wellington Nascimento, que guiam o público por uma viagem musical através do terreiro, contemplando ritmos e manifestações culturais como samba, jongo, capoeira, coco, toré, bumba-meu-boi, maracatu, ijexá e muitos outros exemplos de herança africana.
A atração que se apresenta em seguida, às 19h, une dois queridos talentos locais: Haroldo Guimarães (Haroldo Preto) e Giselle Café, que formam a dupla Preto & Café. Haroldo é cantor, advogado, mestre em direito, ator e comediante, conhecido no Ceará e no Brasil pela atuação publicitária, no cinema e na teledramaturgia. Apresenta-se ainda em palestras, eventos e espetáculos solo de comédia, sempre lotados. Um de seus trabalhos mais recentes foi a série global “Cine Holliúdy”, onde interpretou o personagem Munízio.
Já Giselle Café é formada pelo Conservatório de Música Alberto Nepomuceno e graduada em Música pela Universidade Estadual do Ceará (Uece). Consolidou-se como uma das mais experientes cantoras de Fortaleza no segmento de eventos sociais. Com 20 anos de carreira e mais de 2 mil apresentações no currículo, é também compositora e coralista, já tendo viajado pelo Brasil e por outros países com o Coral de Câmara do Ceará e o Coral Moenda de Canto.
O domínio de diversos instrumentos de Haroldo e o amor pela música de Giselle elevaram os ex-colegas de escola a fundar o bloco Café Preto, que já se apresentou na programação de Pré-Carnaval, Carnaval e aniversário de Fortaleza. No show #SemPreconceito, além do repertório carnavalesco, os artistas prometem um show com ênfase na nordestinidade e sem patrulhamento estético.
Às 20h, é a vez do grupo Parahyba e Cia. Bate Palmas aliar a experiência musical do cantor Parahyba ao talento de uma novíssima geração de músicos fortalezenses. Com história intimamente ligada às lutas do bairro Conjunto Palmeiras, a banda trabalha composições autorais e faixas de grandes nomes da música popular brasileira, destacando ritmos do nordeste e do norte do Brasil como o baião, o xote, o carimbó e outras referências da nossa cultura. Para o CCB, os músicos prepararam um repertório com um pé na tradição e outro na experimentação.
A atração principal da edição de novembro do Corredor Cultural é a multi-instrumentista, cantora, compositora, arranjadora, produtora e ativista mineira Bia Ferreira. Radicada em Aracaju (SE), a artista começou a produzir música a partir do contato com coletivos de luta negra e antirracista, conceituando a própria arte como Música de Mulher Preta (MMP).
Tendo conquistado projeção nas mídias sociais com seus hits “Cota não é esmola” (que possui mais de 7 milhões de visualizações no YouTube) e “Levante a bandeira do amor”, a cantora está em franca ascensão no cenário independente nacional e internacional. Já passou por palcos como os das unidades da rede SESC pelo Brasil inteiro, Pulso Redbull Music (SP), Favela Sounds (DF), Oi STU Open (RJ), Festival Morrostock (RS), Time Out (Portugal) e Festival Guacamaya (México).
Além de trabalhar em seu primeiro álbum, intitulado “Um Chamado”, Bia tem feito participações recentes em teatro e cinema, como no filme “As Mil Mulheres” (2018) e no musical “Elza”, no qual substituiu a atriz Larissa Luz em apresentações em São Paulo e no Rio de Janeiro. Presente nas principais redes de streaming, Bia acaba de retornar de turnê europeia, com sete concertos em cidades de Portugal e da Alemanha, todos com ingressos esgotados.
O Corredor Cultural Benfica é uma realização da Sociedade Cearense de Produção Cultural e Artística, com agradecimento à Enel; promoção da Universidade Federal do Ceará; apoio institucional da Prefeitura Municipal de Fortaleza (Secretaria Municipal de Cultura, Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente, Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza e Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania), do Governo do Estado do Ceará (Secretaria da Cultura e Secretaria da Ciência e Tecnologia) e da Rede Cuca; apoio do Brincarmóvel – Brinquedoteca Itinerante, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, das Edições UFC, do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do Memorial da UFC, do Museu de Arte da UFC (MAUC), da ONG Abrace, da Seara da Ciência, do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Ceará (ADUFC Sindicato), do Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (SINTUFCe) e organização da Maestria Comunicação e Eventos.
Serviço:
Corredor Cultural Benfica – 2ª Edição

Data: 24 de novembro de 2019
Horário: 7h às 22h
Local: Entorno da Reitoria da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) e Praça João
Gentil
Informações:
www.corredorculturalbenfica.com
www.instagram.com/corredorculturalbenfica
www.facebook.com/corredorculturalbenfica
Grátis