Corredor Cultural traz espaço de redução de danos, posto de reciclagem e diversos serviços para o cidadão

O público presente à terceira edição do Corredor Cultural Benfica, marcado para os dias 11 e 12 de novembro, terá acesso novamente a um amplo portfólio de serviços. Na noite de sábado (11), na lateral da Concha Acústica da Reitoria da UFC (Av. Da Universidade, 2853 – Benfica), será montado um espaço de redução de danos da Rede Cuca, com distribuição de preservativos e de material informativo sobre infecções sexualmente transmissíveis (IST’s), além da realização de teste rápido para detecção do vírus HIV e de outras IST’s como hepatites e sífilis.

Já no domingo (12), das 8h às 12h, o posto de atendimento da Ciclofaixa de Lazer estará mais uma vez à disposição do público, com aferição de pressão arterial, teste de glicemia e distribuição de mudas. Também haverá equipes realizando emissão de Bilhete Único, cadastramento nos sistemas municipais de transporte compartilhado e solicitação de vagas especiais de estacionamento (idosos e deficientes). Os atendimentos serão realizados por equipes da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos da Prefeitura Municipal de Fortaleza.

Sustentabilidade

Uma novidade desta edição é a presença de um coletor de resíduos temporário do projeto Ecoenel. A iniciativa da Enel, patrocinadora do evento, conta com sete pontos de coleta em sete bairros da cidade (Bairro de Fátima, Barra do Ceará, Jacarecanga, Pici, Pirambu, Presidente Kennedy e Rodolfo Teófilo), onde a população pode fazer o descarte correto de produtos recicláveis e trocá-los por descontos na conta de energia elétrica. No Corredor Cultural Benfica, o público poderá doar garrafas de vidro e de plástico PET, além de latinhas de alumínio, que serão revertidas em bônus para uma instituição sem fins lucrativos sediada no bairro. Haverá ainda a presença de monitores para explicar o funcionamento do aplicativo Ecoenel (disponível para Android e iOS) e sensibilizar a população para a importância da coleta seletiva.

O projeto Corredor Cultural Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa de José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Rádio Universitária FM, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Prefeitura promove final do Festival de Música neste sábado; programação ocorre no Corredor Cultural

A final do II Festival de Música da Juventude movimentará o público que passar pelo Corredor Cultural, no bairro Benfica, neste sábado (21/10), com apresentações e premiações dos seis finalistas, escolhidos nas etapas seletivas. O evento, que se iniciará a partir das 17h e tem programação totalmente gratuita, contará com o show do cantor cearense Marcos Lessa.

O Festival de Música foi realizado entre os meses de agosto e outubro, em seletivas realizadas no Mercado da Aerolândia, Shopping Rio Mar, Rede Cuca Mondubim, Rede Cuca Jangurussu, Rede Cuca Barra e no Centro Cultural Belchior. A ordem de apresentação dos artistas para a final foi definida por meio de sorteio, realizado no dia 11 de setembro, na Rede Cuca Mondubim, com a participação dos representantes de todos os grupos selecionados.

O evento, realizado pela Prefeitura de Fortaleza por intermédio da Coordenadoria de Juventude, está na segunda edição e tem o objetivo de resgatar os grandes festivais de música da Cidade. Além de relevar novos talentos, a iniciativa contribui para a formação dos jovens por meio da promoção de cursos e oficinas voltadas para temas específicos do segmento da música. Os artistas selecionados no Festival de Música da Juventude tiveram acesso a formação modular, palestras e workshops que abordaram diferentes temas a respeito do mercado da música, cadeia produtiva, direitos autorais, produção musical e gestão da carreira.

O secretário de Juventude, Julio Brizzi, destaca a importância do evento para a Capital. “O Festival de Música consolida um grande marco para a cultura e para a juventude de Fortaleza. Fico muito feliz por saber que novos talentos da música cearense estão sendo formados neste Festival. As bandas apresentaram trabalhos de excelente qualidade”, afirma.

Conheça os finalistas:

Camila Marieta – A cantora e compositora é uma das mais novas descobertas da cena contemporânea musical cearense. Com apenas 19 anos, a artista une um jeito peculiar de compor e cantar a uma presença de palco envolvente. As referências sonoras da jovem passam por vários estilos como o neo soul, o reggae, a surf music, o pop e o hip hop.

Daniel Rodrigues – Evocando sons nostálgicos e cantando sobre assuntos do cotidiano, o artista é um músico do bairro José Walter e traz influências de Los Hermanos a Novos Baianos. Com apenas voz e o violão, ele apresenta um projeto musical cheio de misturas.

Caixeiro Viajantes – Com o objetivo na produção musical autoral, a banda formada em 2015 em Fortaleza, busca expressar os ideais de liberdades individuais e justiça social. Tudo isso conectado com um estilo e sonoridade particular caracterizada pela pluralidade rítmica tradicional nordestina e a autenticidade do rock.

Bocada Lírica – Tendo o formato colaborativo em sua criação e atuação, a banda acumula em seu repertório letras autorais e poesias marginais que retratam a vida urbana e “os corres” que se tem no cotidiano de Fortaleza.

Theoria Dinâmica – Banda formada em setembro de 2012 e representante do Metal Alternativo/New Metal, traz em sua musicalidade letras fortes que buscam retratar e abordar o interior de cada indivíduo, o meio onde convive, os dilemas de sua jornada, suas derrotas e suas vitórias de maneira direta e consciente.

Pulso de Marte – A banda já esteve presente em diversos palcos importantes da cena de Fortaleza. Realizou uma mini-tour de divulgação do single Gritando Paz, em Pernambuco. Participou dos 15 anos do Festival Feira da Música, tocou na Amostra Autoral Brasileiríssimos Fortaleza, dividindo o palco com nomes importantes do cenário musical brasileiro.

Sobre o Corredor Cultural do Benfica
O Corredor Cultural Benfica, evento gratuito de arte, cultura e lazer, ocorre na Avenida da Universidade e seu entorno. O evento realiza mais uma edição neste fim de semana, dias 21 e 22 de outubro. A programação começará às 8h30 do sábado e segue até as 13h de domingo. O evento é uma promoção da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede), com patrocínio da Enel.

Serviço
Final do Festival de Música da Juventude
Data: Sábado, 21/10/2017
Horário: a partir das 17h
Local: Corredor Cultural Benfica (Avenida da Universidade, 2853 – Benfica)

Fonte: Assessoria de Comunicação da Rede Cuca

Festival de música, feiras, oficinas e serviços integram 2ª edição do Corredor Cultural Benfica

Após proporcionar, no mês passado, um final de semana de arte, cultura e lazer gratuitos na Avenida da Universidade para a população fortalezense, o Corredor Cultural Benfica realiza sua segunda edição nos dias 21 e 22 de outubro. Idealizado para integrar a população desse e de outros bairros da Capital em uma iniciativa de ocupação dos equipamentos da Universidade Federal do Ceará (UFC) e de seu entorno, o projeto inicia as atividades na manhã de sábado (21), seguindo até o início da tarde de domingo (22). Outras duas edições estão previstas até o final deste ano, e a expectativa é consolidar o evento para que ocorra mensalmente em 2018.

A programação será aberta às 8h30min do sábado (21), quando estarão à disposição das famílias e das crianças dois equipamentos lúdicos: o ônibus do BrincarMóvel – Brinquedoteca Itinerante, estacionado nos jardins da Reitoria (Av. Da Universidade, 2853 – Benfica), e a Brinquedoteca da Faculdade de Educação da UFC (Rua Waldery Uchôa, 01 – Benfica), que promove na ocasião a terceira edição do evento “Brincar para Crescer”.

Na estrutura de ambos, os participantes terão acesso a jogos e brinquedos de diferentes propostas e origens, além de atividades como pintura facial, teatrinho, oficina de origami, parque sonoro, contação de histórias e apresentações musicais. Tudo sob a supervisão de monitores dos cursos de Educação Física e Pedagogia, preparados para dar toda o suporte aos pequenos. No domingo (22), o espaço infantil segue aberto, porém contando apenas com o BrincarMóvel, na Reitoria, e com a área destinada a jogos populares e prática de esportes, na Rua Paulino Nogueira.

Música

No fim da tarde de sábado, a programação musical será iniciada às 17h, na Concha Acústica da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica), com concerto da Banda Sinfônica da UFC. Projeto vinculado ao Curso de Música do Campus de Fortaleza que conta com estudantes deste curso e de outros projetos da Secretaria de Cultura Artística da Universidade, o grupo tem repertório eclético e apresenta peças de estilo variado, do erudito ao popular, que contemplam uma formação artística bastante plural.

Em seguida, a Concha Acústica recebe a final do Festival de Música da Juventude de Fortaleza, promovido pela Coordenadoria de Juventude do Município em parceria com a Rede Cuca. Seis artistas e bandas autorais disputam o título: Camila Marieta, cantora que promete um show envolvente e com muita personalidade, com referências de neo soul, reggae, surf music e hip hop; Daniel Rodrigues, com uma proposta voz e violão original e intimista, cujas influências vão de Los Hermanos a Novos Baianos; Pulso de Marte, com seu mix de indie rock, MPB, pop rock, hard core e rock alternativo; Theoria Dinâmica, banda que vem representando a cena do metal alternativo e do new metal em Fortaleza; Bocada Lírica, grupo que se propõe a trazer em suas rimas a voz e a poesia da juventude que vive à margem na periferia de Fortaleza; e Caixeiros Viajantes, com sua sonoridade peculiar e ritmo que transita entre as raízes nordestinas e a autenticidade do rock.

Fecha a noite a jovem voz do samba cearense Marcos Lessa. Descoberto pela mostra de bandas universitárias do Festival UFC de Cultura e revelado para o grande público pela edição 2013 do programa The Voice Brasil, o cantor lançou em março deste ano seu primeiro disco autoral (“Sal”, que também virou DVD). No Corredor Cultural Benfica, promete tanto apresentar ao público os singles do novo disco –  como a tocante “Moa”, que integra a trilha sonora da novela da Rede Globo “Força do Querer”– quanto revisitar os álbuns anteriores, como “Entre o Mar e o Sertão”. Isso, é claro, sem abandonar as bem executadas homenagens a Emílio Santiago, Gonzaguinha, Wilson Simonal e ao conterrâneo Belchior.

No domingo (22), às 9h, o palco montado na Av. da Universidade recebe o Coral do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA). O coro cênico apresenta no Corredor Cultural o espetáculo “Fé”, com repertório dedicado a canções sobre a diversidade religiosa do Brasil.

Dança e yoga

No domingo, o público será convidado a colocar o corpo em movimento logo cedo, às 8h, com o aulão de zumba e ritmos ofertado pela equipe da Rede Cuca. Às 8h45min, sobe ao palco o Newfunk, grupo de dança formado por amigos do bairro Demócrito Rocha, dentre eles um segurança da UFC, e dedicado às coreografias de funk melódico dos anos 80 e 90.

Às 9h30min, as atrações são dois projetos de dança do Instituto de Educação Física e Esportes (Iefes), o Educadance e o Coletivo de Danças Urbanas (CDU), ambos focados na dança de rua e na expressão de mensagens através do corpo. Todos apresentam-se no palco montado na Av. da Universidade. Às 9h, nos jardins da Reitoria, o equilíbrio corpo-mente será trabalhado em mais um aulão de yoga com instrutores da Rede Cuca. Tapetes serão disponibilizados pela produção para os participantes.

Circo, teatro e poesia

Tem espetáculo, sim senhor, a partir das 8h30min do domingo (22). E o picadeiro será o jardim da Reitoria. Até as 12h, mímicos e palhaços do projeto Palco Aberto entretém adultos e crianças com as artes teatrais e saberes circenses, como malabares e acrobacias.

Às 10h, a Av. da Universidade Será ocupada pela mistura entre teatro e poesia do grupo Verso de Boca, projeto do Departamento de Literatura que encantará o público com performances poéticas baseadas em obras clássicas e contemporâneas. Em seguida, o grupo Brincantes Cordão do Caroá, resiado já tradicional no Ciclo Natalino da UFC, fecha a programação do palco principal.

De 8h30min às 11h30min, o anfiteatro do Departamento de Arquitetura (Av. da Universidade, 2890 – Benfica) recebe as intervenções teatrais da Associação Carne Seca de Arte, tais como cortejo do grupo Brinquedo de Rua, contação de histórias e apresentações de forró com rabecas.

Oficinas

Cinco oficinas serão ofertadas na manhã de domingo (24): “Brincando de Fazer Notícia – Jornalismo e Cidadania (8h30min)”, “Quadrinhos” (9h30min), “Artesanato em Nó” (9h), “Grafitti” (10h) e Pífano (9h). As duas primeiras serão realizadas no Departamento de Arquitetura; a terceira e a quarta, nos jardins da Reitoria; e a última, no estacionamento do Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica). As inscrições poderão ser realizadas on-line, por meio de formulário eletrônico ou no horário e local das formações até o preenchimento das vagas disponíveis.

Audiovisual

Na noite de sábado, às 18h30min, o grupo #ir!@Projt’ares Audiovisuais realiza intervenção nas torres do prédio da Reitoria. Já no domingo, de 10h às 12h, o Auditório do prédio histórico sediará novamente o espaço dedicado à sétima arte na programação do Corredor Cultural, exibindo uma mostra de cinema de animação com classificação indicativa livre. Nos jardins da Reitoria, os visitantes poderão assistir e interagir com a instalação audiovisual “Carta a Agnès”, de autoria da Profª Daniela Dumaresq (Curso de Cinema e Audiovisual da UFC), que problematiza o cotidiano de catadores de material reciclável. A obra é inspirada no documentário “Os Catadores e Eu”, da cineasta belga Agnès Varda.

Feiras e exposições

A Av. da Universidade vai ficar pequena para a quantidade de feirinhas no dia 22. Já tradicional nos sábados do bairro, a Feira Agroecológica do Benfica realizará uma edição especial no domingo, com variedade de frutas, legumes, hortaliças e derivados orgânicos. Os amantes dos livros encontrarão expositores de diversas livrarias com exemplares novos e usados à venda, enquanto designers, artistas plásticos e artesãos participarão do Mercado de Economia Criativa, com produtos autorais nas áreas de moda e decoração.

Completam o leque de atrações na via uma exposição de bicicletas personalizadas e a exposição “UFC 60 Anos”, coleção de registros documentais e fotográficos da Universidade, organizados sob a curadoria do Memorial da UFC. O setor promoverá ainda uma visita orientada à Reitoria, que prevê a observação de ambientes externos e internos com suporte de historiadores.

Os jardins da Reitoria ficarão ainda mais verdes com a Feira de Orquídeas, com comercialização de diferentes espécies dessa família de flores. Os corredores do prédio, por sua vez, serão ocupados pela Feira de Antiguidades do Corredor Cultural Benfica, com itens como rádios, discos e objetos de decoração.

Serviços para o cidadão

O público presente ao evento terá acesso novamente a diversos serviços prestados pela Prefeitura Municipal de Fortaleza. Na manhã de domingo (24), será montado posto de atendimento da Ciclofaixa de Lazer, com aferição de glicemia e pressão arterial, além da distribuição de mudas. Também será possível cadastrar-se no local para emissão de Bilhete Único, uso de sistemas de transporte compartilhado e solicitação de vagas especiais de estacionamento (idosos e deficientes).

O projeto Corredor Cultural Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Rádio Universitária FM, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Memória da Universidade entra na programação em visita guiada e exposição

Desde que foi criada, há quase 62 anos, a UFC é parte do cotidiano de quem mora ou transita pelo Benfica. No coração do bairro não só está localizada a sede administrativa da Universidade Federal do Ceará (UFC), como também muitos de seus cursos e equipamentos culturais. Com o objetivo de aproximar a comunidade acadêmica e a sociedade cearense da trajetória da Instituição, o Memorial da UFC promove duas atividades de apreciação durante a programação do Corredor Cultural do Benfica.

No dia 24 de setembro, domingo, o público está convidado a participar de uma visita guiada à Reitoria. Com concentração nos jardins do prédio, às 9h30min, a atividade inclui uma verdadeira aula sobre a história da UFC e a observação espacial de sua sede. De metodologia interativa, a dinâmica é aberta ao público.

Durante toda a manhã, a exposição comemorativa “UFC 60 Anos” deixará o interior da Reitoria e ganhará a rua, sendo montada em painéis na Avenida da Universidade. Com uma proposta de linha do tempo imagética, a mostra apresenta 106 fotografias e ilustrações que eternizaram momentos da história da UFC e traz registros de suas unidades acadêmicas iniciais; solenidades de colação de grau; manifestações artísticas, políticas e culturais; visitantes ilustres e “cliques” antigos de ambientes seus como teatro, imprensa e rádio.

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Auditório da Reitoria recebe mostra retrospectiva do Dia Internacional da Animação

O Auditório da Reitoria receberá no domingo (24), das 10h às 12h, uma mostra audiovisual com as produções cearenses selecionadas para a última edição do Dia Internacional da Animação, data comemorada em outubro em mais de 30 países. Com curadoria da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), serão exibidos 17 curtas-metragens de animação assinados por realizadores locais que integraram a mostra oficial do evento no ano passado. O acesso é livre até a lotação da capacidade do auditório.

A programação inclui os trabalhos “Até Quando, Luciano?”, de  Jonathan Alpoim e Rafael Neves; “Vida’, de Levi Magalhães; “Bio Consume” e “Urso despolar”, de Maxwell Duarte; “Esperança é a última que morde”, de Neil Rezende; “Vida Maria”, de Márcio Ramos; “Guerra dos Bárbaros”, de Júlia Manta; “Odisseia no Sertão”, de Josimário Façanha; “Fátima”, de Jefferson Hamaguchi; “Campo Branco”, de Telmo Carvalho; “Maria da Glóri””, de Diego Akel; “Pangeia”, de Fernanda Meireles; “Esaú, o catador de histórias”, de André Dias; “Na Pele”, de Firmino Holanda; “Enquadrado”, de Leontino Eugênio; “Viração”, de Tiano Saraiva e “Olhos de Lurdes”, de José Rodrigues Neto.

Algumas das obras são aclamadas, como o curta de Firmino Holanda, realizado em super-8 no ano de 1979 e considerado um dos pioneiros no cinema de animação no Ceará. Outras receberam notável reconhecimento em festivais e eventos, caso do curta “Vida Maria”, de Márcio Ramos, que acumula mais de 40 prêmios nacionais e internacionais, dentre eles o Festival Anima Mundi e o Cleveland International Film Festival (EUA).

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Atividades esportivas, oficinas, feiras e serviços integram programação do Corredor Cultural

O Corredor Cultural do Benfica promete atrair para sua programação tanto amantes da cultura quanto do esporte. Dentre as atividades da manhã de domingo (24), estão previstos espaços para a prática de ciclismo, futebol, basquete e jogos populares. A Ciclofaixa de Lazer, promovida aos domingos pela Prefeitura de Fortaleza, terá seu trajeto desviado para passar pelo trecho da Avenida da Universidade compreendido entre as ruas Paulino Nogueira e Juvenal Galeno. Haverá uma interrupção, contudo, na Avenida 13 de Maio, que seguirá com fluxo normal. A Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) será responsável pelo fechamento dos trechos e controle do acesso dos ciclistas.

A Rua Paulino Nogueira, perpendicular à Avenida da Universidade, também estará fechada para veículos e consistirá na arena esportiva do evento, com lugar para traves de futebol, redes de basquete e jogos de rua como a tradicional “carimba”. Destinadas exclusivamente ao acesso de pedestres, a rua mencionada e na Avenida da Universidade também estarão abertas à prática de modalidades como patins e skate.

Espaço de formação

No domingo, quatro oficinas serão ofertadas nesta edição de lançamento do Corredor: “Brincando de Fazer Notícia – Jornalismo e Cidadania”, “Confecção de Flipbook”, “Grafitti” e “Artesanato em Nó”. Todas começam às 9h e serão ofertadas no Departamento de Arquitetura (Av. da Universidade, 2890 – Benfica) e nos jardins da Reitoria. As inscrições serão realizadas no horário e local das formações, até o preenchimento das vagas disponíveis.

Novos e usados

De vocação acadêmica e artística, o Benfica é famoso pelos seus sebos, livrarias e ateliês. Para manter viva essa tradição, o Corredor Cultural promoverá feiras de livros e discos (com participação das Edições UFC e da Livraria Lamarca), de antiguidades e de economia criativa, esta última reunindo artistas e artesãos locais. Na manhã de domingo, as atividades comerciais serão distribuídas entre os corredores da Reitoria e estandes montados na Avenida da Universidade. Na hora da fome, o público encontrará no estacionamento do Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica) uma praça de alimentação com o melhor da gastronomia do bairro, entre lanches e comida regional, baiana e vegana.

Serviços para o cidadão

A Prefeitura Municipal de Fortaleza, uma das apoiadoras institucionais do evento, disponibilizará domingo (24), na estrutura do Corredor Cultural do Benfica, um posto de atendimento para a Ciclofaixa de Lazer com distribuição de mudas e duas ações de seu catálogo de serviços: cadastramento para emissão do Bilhete Único e credenciamento de idosos para uso de vagas especiais de estacionamento. Os documentos necessários para ter acesso a esses serviços no dia do evento estão disponíveis, respectivamente, nos links http://goo.gl/hZgA3H e http://goo.gl/cnvyav. Em paralelo, profissionais ligados à Secretaria Municipal de Saúde aferirão glicemia e pressão arterial da população.

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Corredor do Benfica terá vários espaços da programação dedicados às crianças

As famílias fortalezenses já têm programa para o domingo (24): levar as crianças para uma manhã de diversão gratuita no Corredor Cultural do Benfica. Na edição de lançamento do projeto, a programação voltada para o público infantil foi especialmente pensada para manter as crianças ocupadas com muita brincadeira e arte.

De 8h às 13h, o ônibus do projeto de extensão BrincarMóvel – Brinquedoteca Itinerante, vinculado ao Instituto de Educação Física e Esportes da Universidade Federal do Ceará (UFC), estará estacionado nos jardins da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) à disposição da criançada. Lá dentro, os pequenos encontrarão um espaço estruturado para tornar a brincadeira uma experiência única e transformadora. Repleto de jogos e brinquedos com propostas e origens diversas, indo dos mais tradicionais aos industrializados, a iniciativa conta com a supervisão de monitores e a promoção de atividades artísticas e culturais como teatro de fantoches, pintura facial e roda de música, dentre outras atrações.

Das 8h30min às 9h30min, também nos jardins do prédio histórico, o universo dos contos se fará presente, por meio de círculos de contos e histórias. O momento lúdico ficará a cargo das equipes do projeto Contação de Histórias da Vó Maria Conga, da Casa José de Alencar, e da ONG Associação Carne Seca de Arte. Capaz de encantar crianças e adultos, a linguagem circense não poderia faltar. Em parceria com o projeto Palco Aberto, o evento trará, das 8h30min às 11h30min, mímicos e palhaços do projeto em interação com os visitantes durante a manhã. Além da vivência, estão previstas apresentações de artes como trapézio de chão, malabares, bambolê, teatro de bonecos e acrobacia.

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Programação musical do Corredor do Benfica vai da música erudita ao carimbó

O bairro do Benfica já é acostumado à boemia. Além de abrigar alguns dos bares mais tradicionais da cidade, recebe há décadas calouradas e festivais da Universidade Federal do Ceará (UFC) e é berço de alguns dos mais animados blocos do Carnaval de Fortaleza. Com o projeto do Corredor Cultural do Benfica, não poderia ser diferente. A programação do evento, que realiza a primeira edição na noite do dia 23 e na manhã do dia 24 de setembro, traz a música como carro-chefe em uma proposta multicultural.

A noite de sábado transitará da música erudita à guitarrada paraense. Abrindo a programação de shows às 17h, na Concha Acústica da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica), a primeira a se apresentar é a Camerata de Cordas da UFC, projeto vinculado ao Curso de Música (Fortaleza) e à Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte) que se dedica ao estudo da música de câmara e à prática de violino, viola, violoncelo e contrabaixo. Coordenado pelas professoras Liu Man Ying e Dora Utermohl, o grupo conta com 24 músicos e brindará o público com composições clássicas e populares para instrumentos de cordas.

Em seguida, um grupo formado pelos jovens do curso de música da Rede Cuca, vinculada à Coordenadoria de Juventude da Prefeitura de Fortaleza, apresentará o espetáculo “Diversidade”, em cujo repertório estão canções de Anitta a Elvis Presley. Já a terceira atração é uma das mais relevantes agremiações de maracatu cearenses, fruto de um programa de formação continuada focado no resgate das raízes negras e brincantes de nossa cultura. Fundado em 2005, o Maracatu Solar traz à frente duas das personas mais atuantes no cenário dessa manifestação cultural, o cantor e compositor Pingo de Fortaleza e o artista plástico Descartes Gadelha. Presença já tradicional no desfile da Av. Domingos Olímpio e da programação oficial do Carnaval de Fortaleza, o grupo leva ao palco do Corredor Cultural do Benfica o dourado de seu estandarte e também da opulência da divindade africana Oxum.

Fechará a noite um artista cuja trajetória musical remonta à infância e que carrega uma discografia de 12 álbuns dedicados ao gênero da guitarrada. O paraense Aldo Sena é a atração especial dessa primeira edição, divulgando a música e a cultura de seu Estado, com as quais já rodou o Brasil e chegou a palcos além-mar, como Portugal e Alemanha.

Na manhã domingo (24), o palco principal é a Avenida da Universidade. Às 8h, o público poderá espantar o sono com um animado aulão de zumba e ritmos latinos com a equipe da Rede Cuca. Às 9h, é a vez do consagrado Coral da UFC soltar as vozes. Com mais de 50 anos de estrada, o grupo já percorreu festivais de canto coral e até palcos europeus com seu repertório. Às 9h30min, a música instrumental do grupo 4 em Foco, projeto de instrumentos de sopro do Curso de Música da Universidade Federal do Ceará que já se apresentou em eventos como Festival Acordes do Amanhã e Festival UFC de Cultura. A partir das 10h, o Oré Anacã – Grupo de Dança Popular da UFC, apresenta um mix de ritmos que sintetiza a rica bagagem cultural brasileira. O projeto já foi atração no Festival UFC de Cultura, no teatro do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e no Festival Nacional Universitário de Danças Populares. Às 10h30min, a poesia popular entra em cena para fechar a manhã no palco, com o grupo de cantadores tradicionais “Cantoria de Viola”.

Entre as 10h e as 12h, o choro e o samba pedem passagem. É quando começa a programação do Espaço Brasileirinho, uma promoção do programa homônimo da Universitária FM 107,9. Artistas convidados do programa apresentarão ao vivo amostras do choro instrumental e cantado.

As raízes populares também se fazem presentes por meio dos folguedos de reisado: das 9h30min e as 11h30min, os jardins da Reitoria (Av. da Universidade, 2853 – Benfica) recebem o ensaio aberto do grupo Brincantes Cordão do Caroá, projeto de extensão da UFC que anualmente realiza apresentações no ciclo natalino da Universidade.

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Divulgada lista de estudantes selecionados para equipes de apoio ao Corredor Cultural do Benfica

A Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica divulga a lista de estudantes selecionados para atuarem como voluntários junto às equipes de produção do projeto. Foram recebidas mais de 200 inscrições para as 16 vagas disponíveis em áreas como assistência de palco, mobilização e articulação, comunicação, apoio nas oficinas, dentre outras funções. A alta adesão da comunidade estudantil levou a produção a rever as necessidades do projeto para tentar alocar mais candidatos, resultando nas 21 vagas agora confirmadas.

A seleção dos alunos voluntários, anunciada por meio do edital de chamada pública, foi feita mediante afinidade e habilidade com as atividades e/ou atribuições demandadas pelo projeto. Os alunos escolhidos serão avisados da seleção pelos contatos telefônicos e de e-mail informados no formulário online. Para efetivar a participação, é imprescindível que todos compareçam à reunião geral de mobilização, a ser realizada amanhã (19), às 14 horas, na Casa Amarela Eusélio Oliveira (Av. da Universidade, 2591).

Na ocasião serão repassados informes, assim como será feita a confirmação presencial do interesse do estudante na vaga. Não serão incorporados às equipes alunos que faltarem à reunião geral.

O período do estágio corresponde a 20 horas/mês, incluso o final de semana de realização das atividades do Corredor Cultural, sendo o total de 4 meses. A programação ocorrerá entre setembro a dezembro de 2017, com carga horária total de 80 horas durante todo o projeto.

Aos estudantes que participarem, na condição de voluntários, das equipes de apoio à organização do evento Corredor Cultural do Benfica, serão concedidas camisetas e certificação de atividade complementar na categoria “Organização de Eventos”, correspondente às horas trabalhadas. Por se tratar de projeto de extensão devidamente cadastrado na Pró-Reitoria de Extensão da UFC (PREX), será concedida ainda certificação adicional extensionista referente à mesma carga-horária.

Confira a seguir os nomes dos selecionados:

Adonai Elias Marcondes
Adriana Marques de Sousa Freire
Caetano Expedito Holanda de Moraes
Caio Vitor Said Torres
Cleber Alves
Leandro Flávio Restrepo Frota
Lucas Mathaeus Diniz Magalhães
Marcello Camelo Alcanfor Magalhães
Marcio Silva Peixoto
Matheus Bezerra Teixeira
Nathanael David Gondim dos Santos
Raphael Sampaio Colares
Raquel de Souza Alves
Raquel Gabriel da Silva
Rebeka Lucio e Neves
Rennata Ferreira Teixeira
Rick Wesley Rodrigues Andrade
Rômulo dos Santos Sampaio
Sara Bacelar Vidal
Tainan Roque Fernandes
Théo Fonseca Torres

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com

Corredor Cultural do Benfica lança primeira edição nos dias 23 e 24

Sonhado há décadas pelos movimentos artísticos da cidade de Fortaleza, o Corredor Cultural do Benfica torna-se realidade neste final de semana. Idealizado para integrar a população desse e de outros bairros da capital em uma iniciativa de lazer gratuito para todas as idades, o projeto lança sua primeira edição na noite de sábado (23) e segue com atividades diurnas no domingo (24). Outras três edições estão previstas até o final deste ano, e a expectativa é consolidar o evento para que ocorra mensalmente em 2018.

Com proposta de ocupação inovadora, toda a programação é aberta ao público e promete movimentar as ruas do bairro boêmio e universitário. “Isso é um anseio antigo, um movimento que tem uma história e vem sendo pensado há bastante tempo, tanto pela comunidade universitária quanto pelos movimentos sociais e pelos moradores do bairro do Benfica. Durante muitos anos o Benfica foi um ponto de convergência, principalmente dos estudantes, do mundo acadêmico, e continua sendo”, afirma o Reitor da UFC, Prof. Henry de Holanda Campos. O dirigente explica ainda que o projeto foi concebido a partir de um trabalho de pesquisa inédito sobre os serviços e equipamentos de todo o Benfica, que culminará no lançamento de um livro sobre o universo de restaurantes, bares, ateliês de artistas, pontos de encontro e associações sociais. É com base nessa história que a gente constrói o Corredor Cultural.

De acordo com o produtor executivo, Chico Célio Vieira, o mapeamento realizado mostrou que a comunidade não conhece nem visita tudo que o Benfica tem a oferecer. “Por isso, o propósito não é reinventar o bairro, mas articular essa programação que já existe à possibilidade da UFC se abrir para o povo aos finais de semana. Esperamos um público muito diverso e participativo”, diz. E o Prof. Henry Campos acrescenta: “A ideia é essa, tornar o evento uma atividade permanente. Com isso, a Universidade cumpre uma função de integração com seu bairro, que é tão importante e tem uma história tão especial na cidade”. Confira a seguir o leque de atividades por área:

Música

Os shows musicais começam às 17 horas do sábado (23), na Concha Acústica da UFC (Av. da Universidade, 2853 – Benfica), quando se apresentam a Camerata de Cordas da UFC, o grupo musical de alunos da Rede Cuca, o Maracatu Solar e o guitarrista paraense Aldo Sena. A partir das 8h do domingo (24), em palco montado na Avenida da Universidade, as atrações são uma aula de zumba com a equipe da Rede Cuca, além de Coral da UFC, grupo 4 em Foco, Oré Anacã, Cantoria de Viola, Espaço Brasileirinho e reisado Brincantes Cordão do Caroá.

Audiovisual

No domingo (24), das 10h às 12h, será realizada mostra retrospectiva da última edição do Dia Internacional da Animação, com curadoria da Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA). Serão exibidas animações de realizadores cearenses que integraram a mostra oficial do evento em 2016.

Oficinas

Brincando de Fazer Notícia – Jornalismo e Cidadania,  Confecção de Flipbook e Grafitti  e Artesanato em Nó serão as quatro oficinas ofertadas na manhã de domingo (24).  As inscrições poderão ser realizadas no horário e local das formações: às 9h no Departamento de Arquitetura ( Av. da Universidade, 2890 – Benfica) para as duas primeiras, e às 9h nos jardins da Reitoria para as duas seguintes.

Feirinhas

Entre 8h e 12h, os corredores da Reitoria e a Avenida da Universidade receberão feiras de livros novos e usados, de antiguidades e de economia criativa. Já o estacionamento do Museu de Arte da UFC (Av. da Universidade, 2854 – Benfica) abrigará uma praça de alimentação com representantes da gastronomia do bairro.

Serviços para o cidadão

Com apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza, na manhã do domingo (24) o público terá acesso ao posto de atendimento da Ciclofaixa de Lazer, com aferição de glicemia e pressão arterial, além da distribuição de mudas. Também será possível cadastrar-se no local para emissão de Bilhete Único e para uso de vagas especiais de estacionamento.

O projeto Corredor Cultural do Benfica tem patrocínio da Enel; é uma realização do Centro de Treinamento e Desenvolvimento (Cetrede) e da Universidade Federal do Ceará; possui apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE) e da Prefeitura Municipal de Fortaleza (por meio das secretarias de Cultura e de Conservação e Serviços Públicos, além da Coordenadoria de Juventude); é parceiro da Secretaria de Cultura Artística da UFC (Secult-Arte), do Instituto de Cultura e Arte da UFC (ICA), da Casa José de Alencar, da Casa Amarela Eusélio Oliveira, do projeto Brincar Móvel – Brinquedoteca Itinerante, do projeto Palco Aberto, da Fundação Carne Seca de Arte, da Rede Cuca e do Shopping Benfica; e é organizado pela Maestria Comunicação e Eventos.

Fonte: Comissão Organizadora do Corredor Cultural do Benfica – fones: 85 3276 2525 e 99698 6665 / e-mail: corredorbenfica@gmail.com